O Skate Vertical do Brasa

O Skate Vertical do Brasa

O "Skate Vertical" é uma das modalidades mais alucinantes do skateboard, pois é praticado no Half Pipe que tem aproximadamente 4 metros de altura.

O Brasil conta com alguns dos maiores nomes do skate na modalidade vertical hoje em dia. Sandro Dias, Rony Gomes, Bob Burnquist, Edgard Pereira, Marcelo Bastos, Italo Penarrubia, Dan Cesar, entre muitos outros.

Para mais detalhes específicos sobre o skate vertical acesse a Wikipedia.

No Brasil também temos muitos campeonatos amadores de Skate Vertical, normalmente esses campeonatos contam com cerca de 30 a 40 skatistas.

Conheça os equipamentos necessários para a prática do Skate Vertical

Equipamentos de proteção para o Skate Vertical

A prática do skate vertical também exige que o skatista utilize os equipamentos de proteção (Kit completo), joelheiras, cotoveleiras e um capacete, pois a rampa é alta e tem uma transição curta e isso acaba elevando bastante a velocidade do skate.

Talvez a velocidade e a altura que é atingido ao andar em um Half, seja o maior motivo pelo qual os verticaleiros (como os skatistas de vertical são conhecidos) gostam tanto desse rolê.

As manobras do vertical

Lincoln Ueda - O maior voador do skate vertical

Diferentemente do street, o vertical se baseia em Giros, Bordas, Flips, e Aeros. Esses quatro tipo de manobras juntos pode fazer com que o skatista seja completo no vert.

Nos giros temos uma grande diversidade de manobras, as mais conhecidas são os 540º, 720º e o 900º que é realizado por poucas pessoas no mundo, entre eles o brasileiro Sandro Dias.

As bordas e os flips não são muito diferentes da modalidade street, a única diferença é o local em que são executadas.

Os aeros são os voos para cima da borda do Half, e um skatista que sabe muito bem realizar esses aeros é o brasileiro Lincoln Ueda. Esse skatista profissional é um dos maiores nomes mundiais quando falamos em Big Air (Voos Gigantescos), ele tem uma facilidade imensa para voar no vertical e mandar os aeros mais esticados do planeta!

O Half Pipe no Brasil

Agora chegamos a um ponto bem crítico nessa modalidade. O Brasil apesar de ter um grande número de praticantes e campeonatos de skate vertical, ainda não tem uma quantidade significativa de Half Pipes para a prática do esporte.

Em nosso país da para contar no dedo a quantidade de Half público espalhados por aí, e garanto que hoje em dia não da para chegar a 10.

Tem skatista que depende de competições para poder andar de skate, em quanto a rampa estiver montada na cidade. Como exemplo disso, temos o Rio de Janeiro. No estado do RJ não há nenhum half pipe, por isso skatistas locais esperam ansiosamente por campeonatos para poder apreciar a prática do vertical.

Um dos Half que percorre o País, é esse que você vai ver nas fotos abaixo, o mesmo que foi utilizado nas etapas do Circuito Banco do Brasil de 2013 (Circuito Brasileiro de Vertical Profissional).

skate vertical no Brasil

Circuito Banco do Brasil vai deixar saudades!

E você, o que tem a dizer sobre Half Pipe em sua região e sobre a prática do Skate Vertical? Nos diga nos comentários!

Deixe seu comentário:


2017 © Skate Vert Brasa - Todos os direitos reservados | Administrado por "Ricardo Ferrari".